Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62145 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13566)

Frases (50551)

Humor (20021)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140784)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6175)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Angústia -- 18/05/2008 - 17:41 (Angela Barreto Alves) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131361636728340100
Uma angústia imensa toma conta de mim.

Que sentimento é esse meu Deus?!

Às vezes eu tenho a sensação que vou explodir.

É como se eu estivesse presa dentro de mim mesma.

Fazendo uma força imensa pra me libertar.

E que liberdade é essa que eu não sei?

Só sei que é uma dor imensa,

Que toma conta de mim...

Uma dor que parece que não vai ter fim.

É uma vontade louca de fugir.

Mas fugir de quê?

Às vezes eu chego a pensar que vou enlouquecer.

Que vou perder a cabeça...

Mas para quê e por quê?

Estou confusa, perdida num túnel

Que parece não ter saída.

Ou quem sabe,

Eu tenha medo de chegar na saída,

E não encontrar nada...

A não ser, um vazio imenso!

Maior que a angústia que eu sinto agora.

Então eu fico parada,

Assustada e sem coragem

De olhar pra dentro de mim mesma...

E descobrir que sou fraca demais,

Que sou frágil demais...

Para resistir e agüentar...

Tanta angústia, tanta dor.

E escolher o caminho mais fácil.

O de voltar a morrer para a vida,

O de se fechar em mim mesma...

Para não sofrer ou chorar.

(Alegna Navrom)



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui