Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
93 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57115 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10093)
Crônicas (22213)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43774)
Humor (18492)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138322)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2402)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4894)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->É um absurdo ! -- 07/11/2002 - 05:29 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
- É um absurdo!, É um absurdo!

As pessoas aqui no Brasil só sabem falar isso!

Os preços aumentam diariamente; nós não temos direito de movimentar nossas contas bancária como queremos, ele usam e abusam do nosso direito; os salários nossos não aumentam, ao passo que os dos deputados e senadores, são aumentados quando eles desejam, e já estão tentando essa loucura novamente, nem terminou o mandato deste triste governo, que se apoiou no sonho do Plano Real, para destruir o Brasilem oito anos.

E só ouvimos essa reclamação:

- E um absurdo!

Chega Natal e todo mundo irá emprenhar a alma para comprar presentes, ceia de Natal, seja qual for o preço.

Chaga Carnaval e todos comemorando como se nada estivesse acontecido...

Todo o ano vem o horário de verão, para acordarmos de madrugada e fugirmos do ladrão, mudando nosso humor e todo nosso comportamento.

E ouvimos o mesmo lenga-lenga:

- É um absurdo, É um absurdo...

Chegou a hora do povo brasileiro tomar um pouco mais de consciência e lutar pelos seus direitos.



Marcelo de Oliveira Souza
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui