Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57526 )
Cartas ( 21184)
Contos (12609)
Cordel (10183)
Crônicas (22286)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44301)
Humor (18624)
Infantil (3908)
Infanto Juvenil (2855)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138253)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4988)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Campo Minado -- 28/04/2008 - 08:19 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CAMPO MINADO



Passear na área de risco

e acreditar que valha a pena

é jogar tempo e saudade

sem contrato

nem carimbo

nem certeza.



Andar na corda às alturas

como qualquer criatura

que aposta o ser à aventura...

Sem recompensa segura.

Sem um abrigo na queda...



Como uma águia que aposta

no seu instinto de deusa :

construo um porto por dia

deixando um cais como guia.

Já sei que temos as marcas

como um genoma que imanta.



De resto, amor; não espanta:

se alguma cruel armadilha

resolve dar a emboscada

te perderei como a altura

que diz adeus

ao equilibrista...

Será a aventura a conquista...



Mas como em campo minado

Vou desarmar o cuidado.

Percorrerei cordas bambas

como quem joga e descamba...

E se ao invés do desmanche

te encontro um dia -quem sabe-

terá valido o percurso.



Com incerteza...

e poesia.



(ao Wash)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui