Usina de Letras
Usina de Letras
91 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62145 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13566)

Frases (50551)

Humor (20021)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140784)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6175)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Oi! Pai! -- 27/04/2008 - 15:45 (Angela Barreto Alves) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131361637405132300
Eu precisava escrever.

Falar com você.

Pedir desculpas,

Por não ter tido pressa.

Por achar que tinha tempo.

E o tempo foi passando...

E sem que eu me desse conta,

Eu cresci, casei...

E saí daquele convívio diário.

E o tempo continuou passando...

Sem que eu me desse conta.

Eu estava tão preocupada

Com a minha vida,

Com os netos que havia lhe dado,

Achando talvez, que tinha lhe dado tudo.

Quem sabe, no meu íntimo,

Que havia pago a vida que me deste.

E aí eu esqueci

Que precisava lhe falar.

O que achava, que tinha tempo pra falar.

E o tempo passou...

Sem que me desse conta,

Você partiu...

E agora!

Eu não tenho mais tempo pra falar,

No seu ouvido;

O quanto te amo!

Perdoa, pai!

Por não ter tido pressa.

(Alegna Navrom)
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui