Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
88 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57101 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13402)
Frases (43747)
Humor (18482)
Infantil (3790)
Infanto Juvenil (2713)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138311)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4889)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->BICICLETA VERDE -- 30/03/2008 - 19:48 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


BICICLETA VERDE



(ao meu irmão Andrés)



Uma casa branca

de leves paredes limpas.

Cheiro de areia e praia

(mar que não pára nunca).

Corríamos como feras

enfim soltas para a vida...



Caminho de terra e mato

e nós numa bicicleta:

as horas passavam loucas.

Jamais nos desentendemos...

As voltas eram contadas

-a bicicleta só uma-.



Nos lados da fantasia

a verde virava nave.

Eu era a primeira moça

viajando fora da Terra.

Ou mesmo espiã famosa

servindo a paz e a justiça...



Assim aprendemos tudo

-caír não tira a alegria-.

Que compartilhar ajuda

- bem mais que a palavra “minha”-

por “nosso” podemos tudo

-ou quase, que dá no mesmo-.



Eu creio que tu pensavas

em sonhos de mundo afora.

E vejo que os conseguiste

( não esqueças do sonho agora!)

E eu, bicicleta e rima;

Quem sabe um dia, a poesia!



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 335 vezesFale com o autor