Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
332 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57968 )
Cartas ( 21205)
Contos (12801)
Cordel (10235)
Crônicas (22053)
Discursos (3146)
Ensaios - (9196)
Erótico (13451)
Frases (45055)
Humor (18893)
Infantil (4104)
Infanto Juvenil (3148)
Letras de Música (5500)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138532)
Redação (2987)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5203)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->VI FESTIVAL VAMOS FAZER POESIA -- 02/05/2019 - 00:03 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Minha participação no VI FESTIVAL VAMOS FAZER POESIA, realizado em 27/04/2019 em São José do Belmonte – PE.

.

Homenagem ao Jornal Desafio – versos de minha autoria

.

JORNAL DESAFIO se tornou

um dos mais importantes do sertão,

trinta anos já tem de fundação,

onde em SERRA TALHADA se firmou,

construiu seu espaço e conquistou

sua marca na sua freguesia,

divulgando notícias dia a dia

com clareza, verdade e competência,

expandindo o seu raio de influência

com esporte, política e poesia.

.

Minha glosa no mote de Ivanildo Vila Nova:

NÃO É SAUDADE QUE MATA, SÃO OS MALES QUE ELA TRAZ

.

A qualquer hora aparece,

quer seja leve ou intensa,

entra sem pedir licença

e no peito permanece,

ao tempo não obedece,

às vezes conforta e faz

bem para a saúde, mas

tem vez que bate e maltrata.

“NÃO É SAUDADE QUE MATA,

SÃO OS MALES QUE ELA TRAZ.”

.

Minha glosa no mote de Diomedes Mariano:

HÁ TRISTEZA DEMAIS NA MELODIA DO CANÁRIO QUE CANTA ENGAIOLADO

.

É bonita a cantiga do canário

em fazenda, jardim, campo ou quintal,

livre e solto no meio natural,

ser sem preso em gaiola ou aviário,

seu cantar dá um brilho no cenário

que a mãe natureza tem lhe dado,

mas o ser desumano e desalmado

lhe persegue e lhe tira da alegria.

“HÁ TRISTEZA DEMAIS NA MELODIA

DO CANÁRIO QUE CANTA ENGAIOLADO.”

.

Minha glosa no mote de Louro Branco (in memoriam):

JÁ VI TUDO NA VIDA E NÃO ACHEI CANTADOR PRA CANTAR NA MINHA FRENTE

.

Agradeço ao Divino Criador

pelo dom que me deu de ser artista,

exercer a função de repentista

com presteza, harmonia e com vigor,

eu duvido que tenha um cantador,

seja amigo, parceiro ou concorrente,

que consiga vencer-me no repente

e tomar minha posição de rei.

“JÁ VI TUDO NA VIDA E NÃO ACHEI

CANTADOR PRA CANTAR NA MINHA FRENTE.”

.

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui