Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
108 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57059 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10081)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9004)
Erótico (13395)
Frases (43651)
Humor (18457)
Infantil (3773)
Infanto Juvenil (2689)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138246)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4855)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CARNAVAL -- 02/02/2008 - 12:12 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CARNAVAL



A tarde embebeda-se em tom carnaval

e os sonhos parecem sair a dançar.

A rua decreta ser livre o amor...



Com toda esta falta de ti que recolho

planejo cair numa hipnose e driblar.

E então umas máscaras ficam a olhar.



Receio teu medo de achar que mantenho

um espaço obrigado a prender teu sinal...

E quero que entendas que sei: “nada há...”



Há muitas pessoas e nomes e cantos;

pois esta é a vida e também...Carnaval.

E então continuamos, que a vida é normal...



Mas chega você com seu jeito de vir

presente e invisível qual brisa de mar...

e então... tudo sai da mesmice banal!



Assim meu receio converte-se em máscara

e quero que entendas que enfim : “tudo está”!

Está aqui comigo. E estás. Sempre estás!



(ao Wash)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 294 vezesFale com o autor