Usina de Letras
Usina de Letras
18 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10254)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5387)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->CACIMBA -- 27/02/2007 - 11:09 (ANTONIO LUIZ MACÊDO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
CACIMBA
Antonio Luiz Macêdo

Ouvi, certa vez, uma definição de cacimba dada por um garoto, que me fez rir e me trouxe certo espanto. Dizia ele na sua linguagem peculiar: “Cacimba é um cano bem grossão, que encontra água no fundo do chão, pra gente tirar ela quando tá bem limpinha”.

O meu espanto não foi tanto a descoberta daquele menino, mas um outro fato que poucas vezes refletimos.

Com uma roldana fixada num pedaço de madeira resistente e horizontal, apoiado em duas forquilhas, o balde e a corda completam os artefatos necessários. Alguém que tenha um pouco de habilidade e força começa a “puxar água”. Água para beber; cozinhar os alimentos; lavar a roupa de casa; tomar banho; dar de beber aos animais; lavar a louça; regar a horta; limpar os criatórios... O dia inteiro nesta luta: cacimba, corda, balde, água. Litros e mais litros, e mais litros. E a cacimba não seca. Quanto mais você retira água, mais abundantemente a água brota do fundo da terra, do veio da rocha.

Tudo isso me faz lembrar o Amor de Deus. Quanto mais ele nos dá amor, mais amor ele tem para nos dar. Ele é o próprio Amor. Quanto mais extrairmos do seu coração “a água da vida”, ele que também é a Rocha, fará brotar de maneira fecunda a água vivificante.

Desejaria reencontrar aquela criança. Leria para ela esta página. Com toda a certeza, ao final da leitura, ela exclamaria na sua espontaneidade: “Deus é um cacimbão de amor!”

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui