Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
116 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12600)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2672)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138213)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Tua Marca -- 01/01/2008 - 16:05 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


TUA MARCA



Virou coisa genética

Sem aviso.

Cavalgou pelas madrugadas

anunciando aos meus ouvidos

que ficaria.

Ensurdeceu a importância

de todo o resto,

e com todas as intenções

driblou as segundas,

as primeiras,

e virou desejo.



Indescritível e suave

como o som

do mar no caracol...

Tatuada

Metabolicamente...

dormindo tarde – comigo -

sem explicar.

Inventa desenhos

-de ti-

no meu cérebro

e no coração.



(ao Uósh)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 340 vezesFale com o autor