Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57784 )
Cartas ( 21194)
Contos (12696)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13429)
Frases (44610)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138434)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5051)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->MEU CABELO TEM CHEIRO DA BONECA DE MILHO -- 26/05/2018 - 16:34 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

MEU CABELO TEM CHEIRO DA BONECA DE MILHO . No lugar que nasci e me criei no sítio São João, área rural, no sertão, município de Pombal, aos meus pais toda vida eu ajudei nessa vida de campo eu enfrentei e enfrento os serviços do pesado, planto, colho, cultivo e crio gado, com a pele cheia de terra e pelo. MEU CABELO TEM CHEIRO DO CABELO DA BONECA DE MILHO DO ROÇADO. .

Como filho de agricultor, eu tenho

muitas recordações da minha terra,

vaquejada e forró de pé de serra,

os trabalhos na roça e no engenho...

esse é meu lugar de onde venho,

que eu tenho vivido e trabalhado,

meu sertão que nasci e fui criado,

que me inspiro e tenho como modelo.

MEU CABELO TEM CHEIRO DO CABELO

DA BONECA DE MILHO DO ROÇADO.

.

Mote Zé de França Glosa José Dantas

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 88 vezesFale com o autor