Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
134 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57768 )
Cartas ( 21192)
Contos (12690)
Cordel (10207)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9126)
Erótico (13427)
Frases (44580)
Humor (18707)
Infantil (3974)
Infanto Juvenil (2913)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138416)
Redação (2956)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5043)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Meu Vinho -- 02/11/2007 - 11:57 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


MEU VINHO



Quero a ilusão da existência

nestes pedaços de mundo.

Esta vitória da vida

(feita universo e planeta)

quero que fique comigo;

parte que sou desta oferta...



Não tenho credo que oriente

ser santidade ou alheia,

mas se tivesse diria:

“quero a ilusão da existência!”

Busco das almas o encanto;

esse ilusório e amigo -.



Eu toco a lua que enxergo:

vou com meus olhos e a sigo.

Sei quando o dia desperta.

Sei quando o céu é de frio...

Mesmo ilusão, correria,

somos prazeres e instinto!



Quero o direito que invento

como tatuado aos sentidos.

Sem qualquer prece ou castigo

é ser feliz meu abrigo.

Quero a existência e seu brio,

e este meu mundo, é meu vinho!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 341 vezesFale com o autor