Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
58 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57086 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43722)
Humor (18474)
Infantil (3784)
Infanto Juvenil (2709)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138292)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



p1:0 == p2:0 === br:34
Poesias-->O Louva-Deus -- 02/11/2007 - 11:56 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


O Louva- Deus



Violino invisível o teu!

De traje de gala e de botas

do nada apareces em verde:

talvez a esperança te invada

pegando carona em teus pés.



São pernas de talos e juncos,

disfarce que a ti cai tão bem!

Eu quero saber como fazes:

pareces um ser de papel!



Recolhe a oração que carregas.

Que tempo tu tens, Louva-Deus?

Revela o altar onde vives

prometo que a ti, louvarei!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 306 vezesFale com o autor