Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
221 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59126 )

Cartas ( 21236)

Contos (13112)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46510)

Humor (19277)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3724)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138227)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->"As meninas da Society" -- 25/07/2004 - 15:30 (fernanda araújo) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. A amiga de uma de suas filhas estava aniversariando e lá foi Diléia comprar o presente, seguindo a orientação de que deveria procurar uma loja de artigos bons. Entrou numa boutique famosa na cidade e pediu uma blusa que fosse boa e bonita. A vendedora já conhecia a freguesa e mostrou-lhe uma roupa das mais caras. Diléia ficou um pouco indecisa se a moça iria agradar daquela peça. Mas a vendedora foi convincente ao falar-lhe:
- Pode levar tranqüila, D.ª Diléia, que a moça vai gostar. Todas as meninas da society estão comprando demais desta blusa.
No caminho, já com o embrulho de presente na mão, Diléia foi pensando: -“Que diaba de turca rica é esta que eu não conheço? Uma blusa cara deste jeito, não bastaria uma só para cada filha?”
E tamanha foi a gozação da família, quando ela chegou, querendo descobrir quem era a “poderosa”, que hoje ela conta o caso e dá boas risadas!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui