Usina de Letras
Usina de Letras
128 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62161 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10449)

Cronicas (22530)

Discursos (3238)

Ensaios - (10347)

Erótico (13567)

Frases (50573)

Humor (20027)

Infantil (5422)

Infanto Juvenil (4752)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140790)

Redação (3302)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1959)

Textos Religiosos/Sermões (6182)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Transformação -- 10/02/2001 - 15:21 (Zilton Fioravante Salgado) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Durante muito tempo me circundaste

Arrogante, fechado

estava eu, que não te ouvia.



Vivi por muito tempo desnorteado,

vagando por entre sonhos neblinados,

que me prendiam num mundo

soturno, faso e mascarado.



Sutil foste tu,

que por tanto tempo, paciente esperaste,

e em momento certo e derradeiro

derramaste luz em meu ser.



Vida

deste-me com animo novo.

E de pó, passei a ser vivente,

num espaço de gozo eterno que criaste.



Ilunimaste tu meu coração

que era trevas,

e abriste ceú e o mar profundo,

onde vivo agora - paraíso.



Sou feliz,

e divido contigo felicidade

que todo dia me proporcionas.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui