Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57033 )
Cartas ( 21169)
Contos (12596)
Cordel (10075)
Crônicas (22197)
Discursos (3134)
Ensaios - (8999)
Erótico (13395)
Frases (43631)
Humor (18453)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2685)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138230)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Sentimento Velho -- 04/07/2007 - 00:56 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Sentimento Velho



Dentro de um corpo havia um sentimento.

Difícil de engolir

(com garras e assustado)

amava os que passavam pelos olhos entreabertos,

como filme em celofane resgatando o devaneio...



Sabia compreender mas não se debruçava :

os outros que ficassem a tentar recauchutá-lo,

igual aos maus momentos, com dor e tentações...



As coisas que sonhava o obrigavam a ficar

e o corpo assim cansado se rendia à sua figura.

O pobre alucinava porque nada o enquadrava-

contando histórias vagas sobre a própria natureza.

A quantas anda a alma para dar a vida inteira

se a própria inexistência para sempre o abraçara?



Um velho sentimento com chinelos e despeito...

Um sentimento velho que pensaste que deixavas.

Agora ele se enlaça como planta trepadeira

e ocupa tuas entranhas como teia ou como aranha.

Se assim o deixas morre: te dói como estadia

-de cores e mulheres-

e se depois o chamas, te inunda em seu aquário.



Com teu pensar é forte,

com teu sentir se cobre!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 326 vezesFale com o autor