Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57367 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44121)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138536)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4942)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Difícil te achar -- 14/06/2007 - 15:30 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
DIFÍCIL TE ACHAR



Vou pelas horas buscando

frio .; pontada e viés.

Sei que te achar não é fácil

mesmo que invente que achei!



Vou como inseto que teme

feito esses grilos que avisam.

Trago uma queixa possível:

algo, que teima em poder.



Sou como dúvida aflita

-venho: “quem sabe”, “talvez”-

branca bandeira e pedido,

súplica, aviso e querer.





Vou : como inseto perdido

levando saudade de alguém.

Rima e verdade de ser:

volto e me guardo outra vez...



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui