Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
42 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59156 )

Cartas ( 21237)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22201)

Discursos (3164)

Ensaios - (9445)

Erótico (13482)

Frases (46558)

Humor (19288)

Infantil (4464)

Infanto Juvenil (3737)

Letras de Música (5480)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138285)

Redação (3057)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5536)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Júlia -- 11/10/2002 - 14:13 (Vânia Moreira Diniz) Siga o Autor Outros Textos
. www.vaniadiniz.pro.br

Júlia é uma das meninas mais lindas que conheço. Seus olhos verde-azulados têm uma expressão diferente de todas as outras crianças. Parece que está fixando algo muito longe. Será que vê imagens que não percebemos? Eu não diria que fosse uma criança de padrões normais embora sua beleza seja muito grande. Uma pequena especial e maravilhosa!

Costumamos conversar longamente e trocamos gestos de carinho imenso.Sentamo-nos as duas e ela passa os braçinhos em volta do meu pescoço enquanto sinto seu precioso calor. E contemplo seu rosto de biscuit com especial enlevo. Muitas vezes em meio aos nossos intercâmbios de palavras e efusões carinhosas, agradeço a Deus a benção de usufruir sua presença continuamente.

O mundo de Júlia é restrito em relação ao universo todo, no entanto muito mais rico e delicioso de sensações indescritíveis que flutuam em seu espírito superior. Muitas vezes em meio ao nosso relacionamento percebo que está acima e além de mim em todas as formas de sentir a vida porque as percebe sem, contudo se perder em divagações inúteis.

Admira as coisas belas que passam aos seus olhos perceptivos e concentrados num universo de encanto e sonhos particularmente curiosos. Muitas vezes nosso diálogo é cheio de metáforas que me deslumbram intensamente. E o sorriso é tão espontâneo, necessário e constante que desejaria aprender a ostentá-lo com a mesma naturalidade.

Aprendi com ela a alegria de todas as horas, contínua e vigorosa. Só não consigo praticá-la com a mesma assiduidade e sem interrupção. Sua missão é de fada portadora de virtudes intrínsecas que jamais morrerão com o passar acelerado do tempo. Nosso intercâmbio é feito de doçura que seu espírito superior e terno derrama em volta de si com a mesma naturalidade com que brinca no jardim, esquecida de tudo que não seja o momento ideal e imediato.

Olhamo-nos e ela entende meu gesto de carinho e na procura incessante de se fazer compreender me pergunta pelos movimentos mais simples em volta do quais giramos ininterruptamente. E me fala de todas as coisas condensando, sentimentos, emoção e ternura..

Eu a amo pequena Júlia tanto... Que não saberia expressar-me com exatidão na proporção exata e incomensurável que meu coração produz a sensação inesgotável de amar.

E esse amor não é simplesmente algo teórico cujas palavras ficam perdidas no tempo. Amar para mim é doação, prática de dedicação, compreensão, entendimento, meiguice, é sentir que nada poderá fazer que esses liames sejam desestruturados, é cada momento de entrega total.

E quando passas a pequenina e delicada mão em meu rosto, sei o quanto queres dizer e demonstrar! Estaremos juntas minha doce, especial e encantadora fadinha que veio ao mundo com a missão de semear o amor de formas as mais variadas e sublimes.

escritora@vaniadiniz.pro.br

www.vaniadiniz.pro.br





.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui