Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
19 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57057 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9003)
Erótico (13395)
Frases (43650)
Humor (18457)
Infantil (3773)
Infanto Juvenil (2689)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138245)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4854)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Lobo -- 01/05/2007 - 18:47 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Es um Lobo

com alma de Homem



Chegas como um lobo.

Um lobo estranho e solitário

que nunca sente fome,

que nunca sente frio...



Poderia acreditar se passeasses pela área

sem cutucar minha pele, sem arrancar meus pedaços,

se teus olhos não brilhassem como dois grandes ônix,

e não me atormentasses com teu andar de fera.



Vou retirar as ciladas e liberar armadilhas,

para que não te afugentes com meu instinto de caça.

Eu te garanto o abrigo- mas por um tempo de estio.

Não me farás como presa a me converter em resíduo...



Não darei tempo ao abismo.

Esse que é dado na escolta quando aprisionam -se os brios.

Vou liberar tua passagem para que corras embora,

Quem sabe assim de repente retornarás: sem demora!





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 306 vezesFale com o autor