Usina de Letras
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60241 )

Cartas ( 21285)

Contos (13380)

Cordel (10346)

Cronicas (22255)

Discursos (3185)

Ensaios - (9662)

Erótico (13517)

Frases (47984)

Humor (19476)

Infantil (4776)

Infanto Juvenil (4119)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139150)

Redação (3095)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5762)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Sagradas Missas do Amor -- 22/04/2007 - 04:38 (CARLOS CUNHA / o poeta sem limites) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos












000000>



























Lindos olhos sempre provocam paixão nos corações desprevenidos



















Sagradas Missas do Amor





Das pedras nuas e frias do portão de minha casa eu vejo, lá ao longe, um céu doce decaindo sobre os velhos telhados. Ele tem uma mágica cor azul-enegrecida, de um tom que só é visto quando a noite é de inverno.

Nele eu vejo uma placa esférica e brilhante.; ela é amarela como se fosse de creme endurecido e por sombras claras e cheias de calmaria é marcada.

É o espelho refletor da luz dos olhos de Deus. É a lua... Alva e mágica.

Deus a fez candelabro rico, com ouro-velho num ponto do céu. Nesse dia Ele deu a luz e vida ao homem.; a ti mulher santificou e fez do poeta padre, ordenando que ele rezasse as Sagradas Missas do Amor.








CARLOS CUNHA

O Poeta sem limites



















Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui