Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
76 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59060 )

Cartas ( 21235)

Contos (13083)

Cordel (10287)

Crônicas (22190)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46422)

Humor (19255)

Infantil (4425)

Infanto Juvenil (3685)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138173)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O NAVEGANTE -- 20/04/2007 - 22:23 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

O NAVEGANTE

Silva Filho







Sou aquele que navega entre brumas

Escrevendo nos papéis de maresia

Construindo um sorriso nas espumas

Tendo nuvens pra fazer alegoria.



Sou aquele que não tem porto seguro

Um insano sem qualquer programação

Navegante em constante desapuro

Com um norte que tem nome de paixão.



Garatujas eu produzo pelos mares

As palavras saem loucas pelos ares

Sou metade duma coisa incompleta.



Vou sonhando distraído num convés

Meu trabalho é polir algum revés

Porque tenho a alcunha de Poeta.



/aasf/







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 377 vezesFale com o autor