Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57028 )
Cartas ( 21168)
Contos (12587)
Cordel (10075)
Crônicas (22191)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43621)
Humor (18450)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2681)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138222)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4849)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Eu ainda creio -- 14/04/2007 - 20:24 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eu ainda creio



(tradução do poema "Yo creo aún",

"para um "Ele" que não consigo esquecer...")





Eu creio ainda.

Quando pareça que parti!

E quando aches

que não creio ainda mais.



Ainda creio.

Embora os dias te relembrem nossa falta

e nosso adeus

tenha ficado no portão.



E se as noites te reclamam como ao sol:

quanto importam as estrelas se não estás?

Si de longe ainda quero teu perfume

Quanto importa tudo isto que inventei?



Que importância pode ter o que aconteça

e o que tragam outros beijos e outros braços

se o espaço entre outras bocas está cheio

do pouquinho que me deu teu coração?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 340 vezesFale com o autor