Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57044 )
Cartas ( 21170)
Contos (12603)
Cordel (10078)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9000)
Erótico (13395)
Frases (43640)
Humor (18454)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138232)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4851)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Mãe Terra I -- 04/04/2007 - 22:44 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




Mãe – Terra I



Meu amor :



Testemunhe esta Terra tão sua

Com o canto de todos os dias.

Faça um verso na ponta da casa

e atire-o, por mim.



Não que eu não possa constatar,

Que não queira, que não veja...

Mas preciso tua presença

tua alma e teu olhar.



Eu respiro como planta-

E tenho o medo

das pessoas desta época.

Terra nossa que estás aqui...



Meu amor, aqui repito :



Meu sustento é a esperança

-e tua presença meu jardim.

Que andas tu na mesma Terra...

-isto me faz feliz!-



Terra de poucas amigas

(uma lua e olhe lá!)

com entranhas como grutas,

com marés e com rubis...



Testemunhe esta mãe nossa

Nem que seja por um triz:

Faça um canto – atire ao vento,

Veja como Ela é gentil!

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 293 vezesFale com o autor