Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
20 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->VERSOS TRISTES -- 25/03/2007 - 20:57 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

VERSOS TRISTES

Silva Filho

(*)





Versos tristes

Sem rimas, sem combustão

Sem letra, sem coração

Sem mensagem verdadeira.;

Versos mudos, sem legenda

Quiçá... uma triste lenda

Caindo da ribanceira.



Versos tristes

Maltratados, maltrapilhos

Um vagão fora dos trilhos

Um passarinho sem ninho.;

Uma noite sem a lua

Um verso que não tem sua

A musa no escaninho.



Versos tristes

Que varam as madrugadas

Em busca do quase nada

(um gole de absinto)

Letras compondo miragem

Que não têm nova roupagem

Em seu próprio labirinto.



/aasf/



Versão Original: Ilze Soares

Versão derivada: Silva Filho







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 359 vezesFale com o autor