Usina de Letras
Usina de Letras
61 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->DE POETA E LOUCO... -- 25/03/2007 - 12:32 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não sou poeta,nem louco

divago extático na imaginaçao,

inspirado,minto um pouco,

já fiz nevar no sertão.



Não faço rima,nem métrica,

sai aquela coisa patética,

da velha poesia modernista,

Não sou poeta,sou anarquista.



Já tomei porres sem beber.

Ressuscitei-me sem morrer.

Levei ao SAARA aguaceiro,

Mahatma Ghandi ao Juazeiro.



Pega com o Papa no papamóvel,

com o Padre Cicero comunguei,

ví Lampião num lampamóvel,

com Adolf Hitler cavalguei.



Não sou poeta,nem louco,

de ambos,tenho um pouco.





Livro: Reversos

Editora CEPE (1993)

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 375 vezesFale com o autor