Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
267 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57930 )
Cartas ( 21204)
Contos (12788)
Cordel (10234)
Crônicas (22050)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13453)
Frases (45015)
Humor (18870)
Infantil (4086)
Infanto Juvenil (3114)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138514)
Redação (2983)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5182)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ETERNAMENTE ESQUECIDA -- 23/03/2007 - 19:41 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
ETERNAMENTE ESQUECIDA


Quando fores repousar, ó alma orgulhosa,

Em uma cova escura e gelada

Quando teu passado de mulher formosa

Estiver para sempre na terra enterrada



Quando os anos feito arma poderosa

Tornarem-te eternamente esquecida

E de tua história outrora tão gloriosa

Não restar traços. E nem de tua partida.



Então não estarás aqui para ver

Que tudo que fizestes foi em vão

E o mundo de ti nem quis saber.



Talvez se arrependa de não teres vivido

Menos moralmente e mais com o coração

Mas aí será tarde demais. Já terás morrido!







OUTROS POEMAS DA SÉRIE LEMBRANÇAS DE UM AMOR PERDIDO

(1) -
(2) -
(3) - (4) - (5) -



ÚLTIMOS POEMAS PUBLICADOS:

LEMBRANÇAS DE UM AMOR PERDIDO(6)

O AMOR NÃO MEDE SACRIFÍCIOS

A SAUDADE

MEU AMOR RESISTIRÁ

EM BUSCA DA VERDADE

NÃO DEIXES QUE O CAIR DA NOITE

QUANDO A SAUDADE TOMA CONTA

LAMENTOS

LEMBRANÇAS DE UM AMOR PERDIDO (5)

JUNTANDO CADA PEDACINHO

NÃO QUERO QUE O DIA AMANHEÇA

PRSENTE DE DEUS

SER PAI

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui