Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
224 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->LINGUAJAR CEARENSE -- 12/03/2016 - 20:15 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
Desligado: abestado, azuado, brocoió, pomba lesa.
Doido: abirobado.
Matuto: mucureba
Ferida: pereba
Mosquito: mutuca
Agarrar: abufelar
Briga:arenga
Prostituta: quenga
Enganação: esparrela
Meia Garrafa: meiota
Travessura: istripulia
Engraçado: gaiato
Mesmo nome: xarapa
Agua com açucar: garapa
Cor vermelha: encarnado
Raimundo: mundim
Valentão: arrochado
Rede velha: fianga
Com raiva: apurrinhado
Careta feia: munganga
Viado: baitola
Bajulador: xeleléu
Confusão: funaré
Botão: biloto
Estilingue: baladeira
Amarelo: descorado.
Porco novo: bacurim
Dedo duro: "cabuêta"
Perna torta: zambêta
Coisinha pouca: tiquim
Mergulho: timbungar
Olhar demais: cubar
Sem valor: fuleragem
Copo pequeno: caneco
Estrada boa: rodage
Inchaço,galo: mondrongo
Ralé: catrevage
Perna fina: cambito
Magrelo: sibito
Rede pequena: tipóia
Muito longe: cafundó
Agachado: tá de coca
Sem rumo: desembestado
Chamuscado: Sapecado
Nuca, cangote: cachaço
Coluna vertebral: espinhaço
Provocar: impinjar
Salto ligeiro: pinote
Bando,turma: magote.
Cesto sem alça: balaio
Ruivo: fogoió
Tornozelo: mocotó
Cheio de grana: estribado
Jarra de barro: quartinha
Banheiro: casinha
Sem saida: tá pebado
Picolé de saquinho: dindin
Riso sonoro: gaitada
Confusão: presepada
Papo furado: miole de pote
Alpargata: alpecarta
Assombração: visage
menino novo: bruguelo
Suco: aluá
Chegar junto: acunhar
Encher o saco: aperrear
Perdido: ariado
Dar a volta: arrudiar
Apressado: avexado
Matuto: beradeiro
Bolinha de gude: bila
Cambalhota: bunda-canastra
Bronca: cagaço
Azarado: cagado
Pessoa bonita: corralinda
Pessoa chata: escroto
Irritado: espritado
Filho da puta: fila da puta
Mal estar: gastura
Mulher faladeira: jararaca
Maltratar: judiar
Lanchar: merendar
Surdo: môco
Pernilongo: muriçoca
Legal, bacana: pai d'égua
Explosão: papoco
Nariz: venta
Arvore: pé de pau, pé de planta
De má qualidade: peba (teu carro é peba)
No ato: pei bufo
Gente enjoada: peido azedo
Medroso: peidão
Surra, sova: peia (meu time levou peia)
Enfeitado: penteadeira de puta (fulano ta parecendo penteadeira de puta)
Pobreza: pindaiba
Vá se danar: Vá se lascar!
Orelhas: zurêia
Unhas: zunha
Ouvidos: zuvido
Barulhento: zuadento
 
 
 
 
 
 
 
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 467 vezesFale com o autor