Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
101 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57492 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Ato de paixão -- 24/02/2007 - 20:58 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Assim que o sol se apresenta ao trabalho

abandono a morte temporária que é o sono

e logo ao lado te vejo, qual glorioso atalho

para o reino dos mais voluptuosos sonhos



Alheios ao mundo que nos mostra a janela

voltamos a ser canibais de nós mesmos

com uma fome tão voraz quanto bela

e que nos move segundo seus próprios termos



Os que, há pouco, eram dois, voltam a ser um só

ligados pelo movimento dos seus quadris

que te mantêem junto e apartada de mim



Nos jogamos, então, química e freneticamente

um em direção ao outro, sem contar as horas

de duração do ato até que este conheça seu fim.



24 de fevereiro de 2007
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 422 vezesFale com o autor