Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
119 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57014 )
Cartas ( 21168)
Contos (12608)
Cordel (10074)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13393)
Frases (43608)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138217)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Minha aposta -- 18/02/2007 - 17:28 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Minha aposta



(de novo, pra "Ele"...)





Mesmo perdidas nos outros,

são tuas, as alegrias.

São tuas todas as horas

embora loucas e aflitas.



Mesmo que tu não me entendas

quando me envolvo baixinho,

como segredo perdido

entre outros nomes e amigos.



Minha loucura que voa

busca os espaços a tino

para fazer umas pausas

e suportar o caminho.



Eu sei : na triste distância

-como me diz teu amigo-

não hei de ter teu sorriso

nem mesmo assim, compartido...



Mas quando a mim apareces

num lapso instante, com brio,

tudo que tinha eu atiro!

Paro a cidade e o rio.



Talvez eu nunca te entenda

(tudo que brincas e inventas).

Se brincas, se não me pensas,

se saio e vou, por receio.



Só sei que aposto na vida

(imprevisível bandida).

Talvez eu tenha que ir

e me deixar esquecida.





Mas por enquanto não posso.

Vou apostar na loucura

do teu abraço algum dia!



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 319 vezesFale com o autor