Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
111 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59051 )

Cartas ( 21235)

Contos (13079)

Cordel (10287)

Crônicas (22189)

Discursos (3163)

Ensaios - (9406)

Erótico (13483)

Frases (46404)

Humor (19251)

Infantil (4424)

Infanto Juvenil (3679)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138156)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5501)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->TRISTE PARTIDA -- 18/02/2007 - 10:58 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.



TRISTE PARTIDA

Silva Filho





Numa urbe em perene sobressalto

Uma mãe tem no carro o seu filho

E bandidos com o dedo no gatilho

Anunciam o momento do assalto.



Só o carro aos bandidos interessa

Desembarque ordenaram, sem tardança

Inda preso no cinto de segurança

O garoto sucumbia pela pressa.



Uma pressa pra matar sem piedade

Um garoto indefeso, pendurado

Um minuto poderia ter livrado

A criança de tamanha crueldade.



Arrastado pelas ruas da cidade

Sem causar aos bandidos compaixão

O garoto batendo no duro chão

Expirou – indo pra eternidade.



Ó João Hélio, foi precoce tua ida

E pra nós só restou consternação

Mas Deus-Pai já te deu a proteção

Onde estás – do outro lado da vida.



/aasf/





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 406 vezesFale com o autor