Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61962 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3236)

Ensaios - (10264)

Erótico (13560)

Frases (50379)

Humor (19998)

Infantil (5391)

Infanto Juvenil (4725)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140716)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Amizade traída -- 27/11/2006 - 17:24 (anderson jose de aguilar) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Amizade traída





Ah! falso amigo, ser fascínora e asqueroso.

Ainda zombas daquele que outrora,

em tempos já esquecidos de amargura,

te amparaste e enxugaste tuas lágrimas.



Nesta redoma translúcida em que vives,

cercado da luxúria intelectual do teu ego,

mergulhado no lodaçal sem fundo do teu saber,

escancara tua boca num sorriso pérfido.



Nos teus dias passados de padecência

encontraste na pachorra de um pacato,

o refúgio para tua vil pabulagem,

aprestando a vereda de tua vida ínfima.



Hoje, marco de meus dias derradeiros,

teu sorriso fere minha alma moribunda,

não pelas dores em meu peito pacóvio,

mas, por teres aberto teu próprio féretro.





AndersonAguilar

23.03.04

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui