Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
131 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57053 )
Cartas ( 21170)
Contos (12588)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9002)
Erótico (13395)
Frases (43642)
Humor (18455)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138241)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4852)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Da Vida do meu Amor -- 21/11/2006 - 02:27 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Da Vida do meu Amor



Ao Alex



Meu amor me conta o mundo enquanto pensa na Terra.

Sempre aí – tão doce e quieto - sem ninguém...

Solidão de alma aberta: como águia!



Como eu é um circense: trapezista, equilibrista.

E eu : palhaço sem rancor.

Meu amor.



Vai de um canto para outro: corre o mundo.

Meio a bombas, as poeiras - os estouros.

Os venenos e os mandantes, caminhões

e os horrores como cruzes- bem certeiras.



Ele me conta das guerras, eu lhe digo : “eu já sei”!

Mas na dor dos olhos negros - eu percebo que não sei.

Ele adora estar bem quieto: como planta, como cão.



Na quietude ele viaja,

e arrebenta meus esquemas:

me perdoe, mas não sei!!



Nas coisinhas desta vida, que cultuo : meu amor,

eu nada sei.

Nada sei do que se esconde, que violenta.

Nada sei do que escolheste (pra viver?)

Dos canhões e das balas : e da dor.





Acreditava talvez

que eu conhecera.

E por pudor não cantara- tanta dor.



Mas qual canto que machuca, os teus olhos são janelas.

Como arquivos me sacodem : a paixão e a dor alheia,

como uma deusa gritante mora tua alma e me acena.



E assim, tão frágil e enorme - nossa paixão me atordoa.

O mundo-horror te devora.

E caminhando entre os mortos, lhe dás a mão:

e o perdoas!!



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 352 vezesFale com o autor