Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57115 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10093)
Crônicas (22213)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43773)
Humor (18491)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138321)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4894)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->O embate entre Frei Dimão e Fernanda em torno da confissão -- 12/10/2013 - 15:03 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Chegou enfim o esperado dia
de mandar meu doce abraço
pra quem nos traz tanta alegria
a vera rainha do pedaço
E espero que nos ouvindo
em tão grata celebração
ainda ache tudo tão lindo
o colérico Frei Dimão
e que libere o namoro de portão

Brazilio

***
Hull, minha recantista/gêmea, que tem sempre a poesia no coração, e esta poesia brota sempre muito linda e nos emociona. Fico pesarosa por não saber poetar para homenageá-la de uma forma tão bela assim. Com o coração feliz, saltitante, emocionado, envio-lhe um abraço agradecido - bem grande!

PARABÉNS, FERNANDA ARAÚJO!
Salve 27 de Setembro!

Parabéns, minha querida,
mecenas deste Recanto,
desejo pra sua vida
saúde, paz e encanto.

Mantenhas este sorriso
da bela fotografia
pois um amor de improviso
chegará com alegria.

Parabéns, cara Fernanda
orarei a nosso Deus,
saiba é Ele quem comanda
os mais belos sonhos teus.

Frei de Mão irreverente
do fuso horário adiantado
antecipou-se a gente,
porém continua amado.

É bom receber amigos
para com eles brindar
um dos gestos mais antigos
que pra sempre vai durar.

Parabéns, moça poeta!
Vim pra te homenagear
e um anjo do céu decreta:
HOJE É DIA DE CANTAR!

Minha querida moça poeta, escritora de crônicas espetaculares, é com muita alegria e carinho que eu deixo esta singela homenagem pra você. Vou publicá-la em minha página amanhã. Deus abençoe você. Abraços,

Hull de La Fuente

***
Meriam, obrigada pelos lindos versos que aqueceram meu coração. É tão bom saber de sua amizade. Um grande abraço agradecido.

Que bênção é ter amigos,
anjos de graça gentil,
hoje te escrevo no livro
da Vida desejos mil!

Festejo com fé e digo:
vão teus passos sempre à frente,
livres de todo perigo!
Na face um riso contente...

Querida amiga, com estes versos modestos deixo o meu abraço e agradeço a Deus por sua existência! Beijos, Meriam

***
Do Maranhão me chegou uma bela mensagem. Obrigada, Vanderlei!

"Sempre é bom festejar
pouco importa a idade
o importante é estar
buscando a felicidade".

Meus parabéns e muitas felicidades neste dia que completar mais um ano de vida.
Vanderlei Maia

***
Concordo com Frei Dimão que o namoro de paiol é meio complicado, mas hoje em dia o de portão está mais perigoso.

Passada a celebração
cumpre a realidade encarar:
pode sim, namoro de portão
porém de paiol, nem pensar

Frei Dimão

***
Frei Dimão, vou dizer-lhe o perigo que há no namoro de portão:
O amor é cego, mas o vizinho não!

Após madura reflexão
eu tenho mesmo que admitir
co`os riscos do namoro de portão
será melhor então o proibir

Frei Dimão

***
Para ser tudo celestial
Neste namoro cristão
Vou recorrer ao manual
Do severo Frei Dimão.

Nanda

***

Se há verdade em que o amor é cego
mas o vizinho aí pertinho não
a responsabilidade minha, não nego
é proibir esse namoro de portão

- inda mais com agarração!

Frei Dimão

***
O que há de melhor na roça
Do nascer ao por do sol
É o "angu que encaroça"
Com a chegada do arrebol.

Nanda

***

Insistes que vais pra roça
buscando um lugar ao sol
mas terás penitência e coça
se namorares no paiol

Frei Dimão

***
Frei Dimão, estou de saída para a roça e na segunda-feira voltarei para cumprir a penitência que já sei que será merecida!


Frei Dimão não desiste:

Esse angu que tanto encaroça
soa como aquele dito antigo:
se hoje foges para a roça
amanhã, na certa, virá o castigo

Sei que lá bem aproveitas
e te divertes na cozinha
mas se convite pro paiol aceitas
sinal que queres u`a fugidinha...

Ouve pois o meu conselho
que deve soar como advertência
o sinal já está vermelho
e vou dobrar a penitência..

Frei Dimão

***

Da roça falas com graça
louvando o seu arrebol
mas pela cabeça o que passa
senão namoro de paiol?

A mim não dás ouvidos
partes sempre na incontinência
que ouças ao menos os bramidos
de uma hesitante consciência

E antes que a gente prossiga
diz me logo, com paciência
se andas atrás de grossa espiga
pagarás com maior penitência!

Frei Dimão

***

Em pratos limpos vamos botar
tu que foges dos meus conselhos
a penitência que vou ministrar
é em bagos de milho - e de joelhos

Frei Dimão

***
Queria tanto que voltasse
O meu paiol da infância
Se entre as espigas rolasse.
Não havia extravagância.

Não existe mais paiol
como os de antigamente
Para ver o arrebol
E descansar a mente.

Meu paiol está vazio
As espigas? O vento levou
E cada vez me distancio
Do sonho que ali abrigou.

Não cumprirei a penitência
Pois os grãos não mais detenho
Viu? Não é por displicência.
E não vá franzir o cenho!

Nanda

***

Frei Dimão quer salvar as almas e dou-lhe inteira razão:

Seguindo a mais tortuosa via
de meu controle já escapas
mas inda lá irei um belo dia
buscar-te aos beijos e tapas

Far-te-ei livre do pecado
a custa de dura penitência
pois só de pensar no encapuzado
cometes maior concupiscência...

Todo namoro proibirei
do reles paiol ao vil portão
na boa senda te colocarei
no bom caminho da salvação

Frei Dimão

***
Frei Dimão exorta Nanda à confissão:

O muito que namoraste
entre o paiol e o portão
só gerou grande desgaste
em meio a maior confusão

E se queres um bom conselho
di-lo ei pronto, agora
de tudo o que for vermelho
segue a frente, vai embora

De cá ouço o alarido
e o sofrimento eterno
de quem não me deu ouvido
e foi direto pro inferno

Pega a chance que te dou
e deixa atrás a concupiscência
pois neste instante já vou
ministrando-te a penitência

Hás de cumpri-la na sacristia
sob a minha orientação
e não precisa usar calcinha
pra lograr a tua absolvição

Lava e passa meus paramentos
e fá-lo com toda a humildade
eles ficaram gosmentos
pra defender-te a castidade

Não tenhas ilusão nesta terra
senão com tudo o que for bento
e pra vencer esta guerra
te mandarei pro convento

Lá tens todas as primícias
que o Senhor propiciou
e evita bem as impudicícias
senão maior penitência te dou...

Frei Dimão

***
Frei Dimão, que maçada
Mandar-me para o convento?
Lugar triste, sem balada
Vou morrer, eu não aguento.

Meus joelhos coitadinhos
Doem, doem sem parar
Eu prefiro meus cantinhos
Pra que eu possa namorar.

Como não tenho pecado
Não passo na sacristia
O que eu tenho desejado
Ainda não chegou o dia.

Modifica a penitência
Até lhe dou uns exemplos
Gozando de indulgência
Aquela fora dos templos.

E aí tudo fica resolvido
O que passou... passou...
O paiol vai para o olvido
E o portão é o que ficou.

Nanda

***
Desta vez Frei Dimão foi mais econômico, mas sempre carregando na mão:

E de nada te adianta
se queres virar santa
empunhares o rosário
já já pro confessionário!

Lá ouvirei os teus pecados
e passarás pelo meu crivo
lerás textos recomendados
e deixarás o riso lascivo

Frei Dimão

***
Frei Dimão quer me ver santa!

Preciso testar tua fé
que espero seja inabalável
sente bem o que anda de pé
pro prazer inesgotável

Enquanto leio o meu breviário
despoja pois de tuas vestes
vamos nos embrulhar no sudário
no mais rigoroso dos testes

Ao cabo farás um juramento
que se espera do bom cristão
namoro de paiol dá convento
e namoro de portão excomunhão.

Frei Dimão



fernanda araujo e Brazilio e Hull
Enviado por fernanda araujo em 26/09/2013
Reeditado em 11/10/2013
Código do texto: T4499286
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários
11/10/2013 16:25 - Brazilio
Frei Dimão reincide, Nanda: Preciso testar tua fé que espero seja inabalável sente bem o que anda de pé pro prazer inesgotável# Enquanto leio o meu breviário despoja pois de tuas vestes vamos nos embrulhar no sudário no mais rigoroso dos testes# Ao cabo farás um juramento que se espera do bom cristão namoro de paiol dá convento e namoro de portão excomunhão...#
11/10/2013 07:41 - Brazilio
Nanda, desta vez Frei Dimão foi mais econômico: E de nada te adianta# se queres virar santa# empunhares o rosário# já já pro confessionário!# Lá ouvirei os teus pecados# e passarás pelo meu crivo# lerás textos recomendados# e deixarás o riso lascivo# Frei Dimão
09/10/2013 05:48 - Brazilio
O muito que namoraste# entre o paiol e o portão# só gerou grande desgaste# em meio a maior confusão# E se queres um bom conselho# di-lo ei pronto, agora# de tudo o que for vermelho# segue a frente, vai embora# De cá ouço o alarido# e o sofrimento eterno# de quem não me deu ouvido# e foi direto pro inferno2 Pega a chance que te dou# e deixa atrás a concupiscência# pois neste instante já vou# ministrando-te a penitência@ Hás de cumpri-la na sacristia@ sob a minha orientação@ e não precisa usar calcinha# pra lograr a tua absolvição# Lava e passa meus paramentos# e fá-lo com toda a humildade# eles ficaram gosmentos# pra defender-te a castidade# Não tenhas ilusão nesta terra# senão com tudo o que for bento# e pra vencer esta guerra# te mandarei pro convento# Lá tens todas as primícias que o Senhor propiciou e evita bem as impudicícias senão maior penitência te dou...

08/10/2013 19:28 - Milla Pereira
Olá, Fernanda. Passando pra matar saudades e deixar um beijo carinhoso. Milla
08/10/2013 05:24 - Brazilio
Nanda, não sei como você aguenta um agarramento desses: Seguindo a mais tortuosa via# de meu controle já escapas# mas inda lá irei um belo dia# buscar-te aos beijos e tapas# Far-te-ei livre do pecado# a custa de dura penitência# pois só de pensar no encapuzado# cometes maior concupiscência...# Todo namoro proibirei# do reles paiol ao vil portão# na boa senda te colocarei# no bom caminho da salvação#
Exibindo 5 de 28 comentáriosVer mais »
Comentar

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis/MG - Brasil
1010 textos (181028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/10/13 14:58)
Perfil
Textos
Contato




Como anunciar aqui?



VITRINE

PÉTALAS PRIMAVERIS
MAURICIO PARANAGUÁ
R$25,00


Vida...Livro aberto
martamaria
R$17,00








Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 153 vezesFale com o autor