Usina de Letras
Usina de Letras
71 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59275 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9464)

Erótico (13486)

Frases (46712)

Humor (19313)

Infantil (4488)

Infanto Juvenil (3785)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5564)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->CANTANDO DE GALO. -- 20/10/2003 - 17:38 (Leinecy Pereira Dorneles) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Montado em seu carrão reluzente, o sujeito viajava pelo interior quando passa a toda velocidade diante de uma fazenda e acaba atropelando um galo.
Desce imediatamente e, consternado, vê que o bichinho está morto.
Nisso , olha de lado e vê um matuto capinando muito próximo à cerca.
Virando-se para o matuto, o sujeito diz:
- Desculpe , amigo! Foi realmente culpa minha...
O matuto fica olhando pra ele.
E ele , sem jeito , continua:
- Puxa, eu não deveria estar correndo tanto... sinto muito, por ter matado o seu galo.
Mas eu faço questão de substituí-lo
E o matuto.
- Vóismice fique à vontade! O galinheiro é logo ali...
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui