Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
100 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57369 )
Cartas ( 21181)
Contos (12607)
Cordel (10136)
Crônicas (22253)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44124)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138540)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Icebergs -- 07/10/2006 - 00:11 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Icebergs



Talvez eu tenha ido sozinha admirar o azul

e achei que estavas comigo, delirei!

Uma mentira verdade , porque parecia

e porque delírios completos só são possíveis assim:

por inteiro.



Apostei na ponta do iceberg, embarquei nas geleiras

Que via enormes, imensas pedras brancas:

Não há iceberg. É isso aí somente : eu- sozinha (somente eu).



Imaginei os destinos e fiz peripécias, sem crer ou ter : joguei.

Como roda cigana : dizendo a mim mesma que a vida é assim

e que vale tentar mesmo em pontas de gelo, acreditando

que nas profundas águas reside

um monstro lindo.



Em outras palavras: tivemos tão pouco,

ou nem tivemos, mas mesmo assim:

eu tive tudo sem teres me dado nada - apenas sonhando

com icebergs

meus e teus.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui