Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59276 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9464)

Erótico (13486)

Frases (46713)

Humor (19313)

Infantil (4488)

Infanto Juvenil (3785)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5564)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->QUASE SOLIDARIO -- 25/09/2006 - 00:00 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
NOITE FRIA,

EXTREMAMENTE FRIA,

INFINDÁVEL AGONIA

NAS RUAS SOMBRIAS,

PASSOS APRESSADOS

OSSOS CONGELADOS,

DOS DESAGASALHADOS,

CALÇADAS CONGESTIONADAS,

DE MORIBUNDOS SEM TETOS,

ALMAS EMPILHADAS

JOGADAS A CÉU ABERTO,

AUMENTO OS PASSOS,

FUGINDO PRO MEU TETO

NAS COBERTAS ESCONDIDO,

DIVAGO AQUECIDO...

NOS PENSAMENTOS SOLIDÁRIOS,

AVESTRUZ COMOVIDO,

VOLTO AOS ESQUECIDOS,

RESOLVO O PROBLEMA,

CULPANDO O SISTEMA,

SAIO DO DILEMA,

ACHO O SISTEMA INJUSTO,

TENHO O SONO DOS JUSTOS,

SONHO SONHOS NORMAIS,

CRIATURAS CONGELADAS,

ESTENDIDAS NAS CALÇADAS,

EMBRULHADAS EM JORNAIS.

SENTIMENTO DE CULPA JAMAIS,

FUI SOLIDÁRIO UNS MOMENTOS,

DURMO E ACORDO SEM DILEMA,

O CULPADO É O SISTEMA.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 484 vezesFale com o autor