Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
32 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13081)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CANÇÃO DE NINAR -- 10/09/2006 - 08:46 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.





CANÇÃO DE NINAR

Silva Filho





Vem estrela, vem brilhar

Defronte a minha janela

Farei um verso pra ti

Se vens como sentinela

E assim não vou dormir

Diante da estrela bela.



Vem estrela, vem brilhar

Fora da imensidão

Comigo podes ficar

Compondo nossa canção

Falaremos das galáxias

E também do coração.



Do alto tu vês o mundo

Com acertos e enganos

Vês um Planeta tremendo

Com a guerra dos humanos

Mas num cantinho qualquer

Há beijos cotidianos.



No meu cantinho versejo

Quando quero convidar

Essa luz-inspiração

Que faz meu verso cantar

Vem estrela, vem depressa

Pois o sol já vai raiar.



/aasf/







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 377 vezesFale com o autor