Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
20 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->CUM CARA DI ABESTÁDU... -- 04/04/2012 - 09:01 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

CUM CARA DI ABESTÁDU...
Silva Filho


Mêu dotô num levi a máo
Mia grandi confuzão
Tôda nôite na TêVê
Só si vê LICITASSÃO
I nóiz aqui nu rossádu
Cum cara di abestádu
Num intendi a divizão.

Cuma qui na mega cena
Tem dinhêro di montão
Us hómi dividi tudo
Passâno di mão-in-mão
I nóiz fica impassienti
Pensâno si di repenti
Aparissê um ladrão.

U Perfeitu da cidadi
Já comprô dôis camião
Um atormovi di lucho
Diretinho du Japão
Um sítiu cum muinta vaca
Uma prantação di jaca
I tomém um avião.

Us repórtis da TêVê
Diz qui a côiza anda máo
Pruquê num sobra dinhêro
Pra mantê us hospitáo
Pôis a tá LICITASSÃO
Paga muinta COMIÇÃO
Prum tá di dotô laláo.

Nóiz qui sumo anarfabéto
Pensava muinta bestêra
Qui éssa tá LICITASSÃO
Era contra robalhêra;
Mais é farta di istúdo
Qui fáiz êssi abisúrdo
Saí da nóssa molêra.

/aasf/
04/04/2012

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 253 vezesFale com o autor