Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
162 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13081)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->NUVENS DE ALEGRIA -- 02/04/2012 - 16:22 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.


NUVENS DE ALEGRIA
Mote: José de Sousa Dantas
Glosa: Silva Filho


São Paulo tem enxurrada
Na sua zona urbana
Falso rio que engana
Quem passa pela calçada.
NATUREZA maltratada
Ao Homem dá a lição
Promovendo arrastão
Sem respeitar qualquer via
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

José Dantas tem o MOTE
Que satisfaz o campônio
Figura sem patrimônio
Querendo água no pote.
No campo tem o seu lote
Para plantar o feijão
Mas a sua plantação
Depende de água fria
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

Se o assunto é NATUREZA
O doutor está no campo
Ao lado do pirilampo
Com toda a sua destreza.
Não se fala em pobreza
Onde Deus faz provação
Pois se não existe pão
Não vai faltar melancia
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

O sertão tem sofrimento
Que não acaba jamais
Mas tem um povo tenaz
Pra cumprir o seu intento.
Com forças do firmamento
Como que um batalhão
Se falta água no chão
Sempre sobra valentia
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

O sertão tem seu destino
Marcado por estiagem
Sem um rio, sem barragem
Resta esperança e tino.
Sofre mãe, sofre menino
Mas não falta previsão
Pra saber que um trovão
Novos tempos anuncia
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

Um tema muito adequado
Nos versos da Paraíba
Com o dom que vem de riba
Dantas dá o seu recado.
Eu venho assim acanhado
Pra seguir o seu refrão
Porque nunca é em vão
Um cordel em pareceria
A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO.

/aasf/
02/04/2012
*Pedindo permissão ao competente e estimado poeta paraibano,
José de Sousa Dantas, a quem dedico admiração e respeito.
“A CHUVA TRAZ ALEGRIA
PARA O HOMEM DO SERTÃO”

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 226 vezesFale com o autor