Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
228 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->SE EU FOSSE PRESIDENTE! -- 02/09/2011 - 10:10 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
SE EU FOSSE PRESIDENTE!
Silva Filho


Se eu fosse Presidente
Não iria claudicar
Com o povo no Poder
Eu iria governar
E perante o Parlamento
Eu faria um juramento
Para não prevaricar.

O dinheirinho do povo
Eu saberia guardar
Ministro sob suspeita
Eu mandava se lascar
E as denúncias da imprensa
Sem receber como ofensa
Eu mandava apurar.

Com o famoso PRÉ-SAL
O Brasil ia mudar
Boa parte pra SAÚDE
Eu não ia dispensar
E outra para SEGURANÇA
Pra resgatar confiança
E o povo poder andar.

A exemplo do FUNDEB
Que já tem o que mostrar
A EDUCAÇÃO que o diga
Se tem algo a lamentar
Porque o FUNDO destina
Uma verdadeira mina
Para o Brasil educar.

Em aumento de impostos
Eu jamais ia falar
Se tem dinheiro sobrando
Pra ladrão surrupiar
Como explicar ao povo
Que a galinha com ovo
O Governo vai levar?

Um e-mail eu deixaria
Para o povo me falar
Com sua sabedoria
O caminho me mostrar
Mas um e-mail pessoal
Que o fulano de tal
Não pudesse deletar.

Pedidos do Parlamento
Para cargos arranjar
Passariam por triagem
Que pudesse comprovar
Não só a capacidade
Como a idoneidade
De quem quer participar.

Partidos sem compromisso
Sem satisfação a dar
Que querem corrupção
Como forma de enricar
Eu mandava ir pra roça
E pra não voltar com troça
Longe eu mandava ficar.

“Voz do Povo, voz de Deus”
Eu iria adotar
Defender os “inocentes”
Da mi’a parte, nem pensar;
Pois não seria prudente
Na função de Presidente
Absolver / condenar.

Assistência adequada
Pra qualquer parturiente
Tratamento respeitoso
Pra idosos e doentes
Um Brasil modernizado
Sem os erros do passado
Se eu fosse Presidente!

/aasf/
02/09/2011

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 486 vezesFale com o autor