Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
49 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->O RAP DA VERDADE -- 19/08/2011 - 21:58 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438348124463300

O RAP DA VERDADE!
Silva Filho


Traficante quer escravo
Pra manter a boa renda
Quer poder e quer conchavo
Quer cliente, quer a venda.
Para ser mais convincente
Ele quer o dependente
Desse crime organizado.
Quem trafica não consome
Se usar o bicho come
Esse é o seu babado.

Nem saúde e nem dinheiro
Vai sobrar no moribundo
Sua vida é salseiro
Este é seu fim do mundo.
Esse crack não convence
Com jogada de suspense
Que não entra na tabela.
Pra driblar essa desgraça
Vai com força, vai com raça
Com um chute de trivela.

Vamos dar cartão vermelho
Pra teimosa cocaína
Nunca chega de conselho
Nesse jogo da chacina.
O esporte é muito nobre
Para rico, para pobre
Sem as drogas no caminho.
Só com força de vontade
Se faz a felicidade
Retornar ao mesmo ninho.

Com a droga escalada
Esse time nunca ganha
Toda bola é quadrada
E você é quem apanha.
Se der a volta por cima
Você tem a auto-estima
Que dá vida e dá prazer.
Então vamos dar um basta
Você chuta essa pasta
E começa a viver.

/aasf/
19/08/2011

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 280 vezesFale com o autor