Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
164 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13081)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ESCRAVO DA POESIA -- 09/06/2006 - 08:43 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197872178535500






ESCRAVO DA POESIA

Silva Filho







Já fui livre percorrendo mil caminhos

Já ousei enfrentar os furacões

Colhi rosas protegidas por espinhos

Na bastilha reagi, quebrei grilhões.



Já passei pelas sendas escabrosas

Um corcel tomei como montaria

A paixão externei nalgumas prosas

Mas escravo, hoje sou, da Poesia.



Por feitiço duma Musa sorrateira

Só poemas moldam minha cabeceira

Compelindo o meu sonho à prisão.



Numa ilha circundada pelos versos

Minha vida incrustada nos reversos

Não distingue o poema da paixão.



/aasf/





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 388 vezesFale com o autor