Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
39 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59013 )

Cartas ( 21233)

Contos (13072)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9398)

Erótico (13482)

Frases (46351)

Humor (19239)

Infantil (4419)

Infanto Juvenil (3662)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138121)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1943)

Textos Religiosos/Sermões (5487)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->PEGUEI A LOIRA GELADA -- 03/08/2011 - 11:22 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438348268297600
PEGUEI A LOIRA GELADA
Silva Filho


Se for dirigir não beba
(este é um bom refrão)
Quem seguir na contramão
Paga antes que perceba.
O meu conselho receba
Pra fazer um bom papel
Não queira fazer babel
Na cidade ou na estrada
PEGUEI A LOIRA GELADA
PRA DIRIGIR MEU CORDEL.

Às vezes sem direção
Vai seguindo o cordelista
Procurando alguma pista
Que lhe dê algum bordão.
Cadê a inspiração?
Galopou em um corcel
Para me deixar pinel
Entre a cruz e a espada
PEGUEI A LOIRA GELADA
PRA DIRIGIR MEU CORDEL.

No barzinho vem a verve
Pra despertar outros temas
Que tomam forma de lemas
No encontro que me serve.
Sendo assim, o estro ferve
E eu pego o meu cinzel
Para modelar com mel
O romance da noitada
PEGUEI A LOIRA GELADA
PRA DIRIGIR MEU CORDEL.

Eu tentei por toda parte
Encontrar a Loira Quente
Que se fizesse fremente
Na condição de encarte.
Como que a própria arte
Da magia do pincel
Em volume de tonel
Pra compor a madrugada
PEGUEI A LOIRA GELADA
PRA DIRIGIR MEU CORDEL.

/aasf/
03/08/2011


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 482 vezesFale com o autor