Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
45 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59061 )

Cartas ( 21235)

Contos (13084)

Cordel (10287)

Crônicas (22192)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46425)

Humor (19256)

Infantil (4428)

Infanto Juvenil (3686)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138178)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->SENTI ROMPER O MEU PEITO! -- 31/07/2011 - 06:30 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131438349299429700
SENTI ROMPER O MEU PEITO!
Silva Filho


Você tem um vai-e-vem
Nesse nasce-cresce-morre
Pois assim o tempo corre
E você corre também.
Quando pequeno, porém
Há uma certa claridade
Pra formar uma identidade
Do lugar com o sujeito
SENTI ROMPER O MEU PEITO
COM UMA BAITA SAUDADE.

Desde então há um mistério
Do homem com o rincão
Num cantinho do sertão
Que tem força de império.
Um lugar de refrigério
Pra curtir a mocidade
Sem notar que a idade
Vai mudar o nosso jeito
SENTI ROMPER O MEU PEITO
COM UMA BAITA SAUDADE.

O destino está traçado
Sem dispensar o estudo
Que vem ser um bom escudo
Pra ingressar no mercado.
O momento é chegado
Sem depender de vontade
Na forma de tempestade
A mudança é um preceito
SENTI ROMPER O MEU PEITO
COM UMA BAITA SAUDADE.

Para trás ficam lembranças
Mas um pedaço de chão
Vem dentro do coração
Para futuras andanças.
Vem o tempo de nuanças
Dentro da grande cidade
Com sua diversidade
Que torna o homem suspeito
SENTI ROMPER O MEU PEITO
COM UMA BAITA SAUDADE.

Outro dia num passeio
Fui rever a minha terra
Contemplando aquela serra
Ao som de velho gorjeio.
O homem - fruto do meio
Tem a sensibilidade
Pra compor sua verdade
Com um poema perfeito
SENTI ROMPER O MEU PEITO
COM UMA BAITA SAUDADE.

/aasf/
31/07/2011


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 240 vezesFale com o autor