Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
234 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13078)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46347)

Humor (19241)

Infantil (4418)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138114)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1941)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->OUVI O GALO CANTAR -- 28/07/2011 - 21:52 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131197870376093000
OUVI O GALO CANTAR
Silva Filho


Quem na vida tá perdido
Vagando sem direção
Como que na contramão
Quase que endoidecido.
Muita coisa tem ouvido
No papel de forasteiro
Enquanto não tem roteiro
Passa o tempo a murmurar
OUVI O GALO CANTAR
MAS NÃO SEI EM QUE TERREIRO.

Na fase da mocidade
Todo pai tem o cuidado
De conter qualquer safado
Que não tem sinceridade.
Filha na flor da idade
Não pode deixar o cheiro
Ao sabor de bandoleiro
Porque alguém vai falar
OUVI O GALO CANTAR
MAS NÃO SEI EM QUE TERREIRO.

Quem é casado, também
Anda com desconfiança
Porque muita gente dança
Se da mulher é refém.
Na lotação ou no trem
Sempre vai um passageiro
Que com um simples ponteiro
Faz marido declarar
OUVI O GALO CANTAR
MAS NÃO SEI EM QUE TERREIRO.

/aasf/
28/07/2011
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 291 vezesFale com o autor