Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Fim dos dias -- 15/05/2006 - 13:15 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O sol sorria a primeira vez que te vi

num encontro que pareceu ser o fim dos dias

pois meu ser era tempestade dura e fria

que cessava apenas ao te ver sorrir



Como brilho que cega, você veio

pois depois de você não pude ver mais nada

me tornei como a terra, para ser pisada

ou como o alimento que é dividido ao meio



Estejam meus olhos abertos ou fechados

você está sempre sob mim, atenciosa

com carinhos que não conhecem cansaço



Mas como raio que mata e fulmina

a realidade cobra seu posto, implacável

junto à agonia e seu constante abraço.



24 de abril de 2006
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 493 vezesFale com o autor