Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57379 )
Cartas ( 21181)
Contos (12605)
Cordel (10139)
Crônicas (22258)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44138)
Humor (18585)
Infantil (3847)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138546)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->A Viagem do Desastre - parte do Livro Conto e Reconto -- 16/04/2005 - 19:18 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


A VIAGEM DO DESASTRE



Messias é um homem advindo da classe média, um profissional liberal que sempre gostava de aventurar-se por todo canto à procura de aventuras amorosas, sempre no sonho de encontrar o seu grande amor, alguém que preenchesse o seu coração.
Ele como ele era muito metódico e não bebia, ele separava a estação de “caça” ás mulheres em três partes: No verão, era uma época maravilhosa, pois em Salvador, onde reside, acontecem muitas festas; O São João era outra oportunidade; Mas a pior época seria na fase intermediária, a parte neutra do ano, o período de defeso. Esse período ele procurava as formas alternativas de paquera, que seria se corresponder com garotas que se propunham a fazer “amizades”.
Nessas amizades, ele conheceu Sandra, uma garota tímida, que mora com a família, filha mais velha, funcionária dos Correios, onde fez um concurso de admissão.
As cartas foram se multiplicando, a amizade se solidificando, até presentes via SEDEX, chegoaram até ela, com uma blusa, com a propaganda da cidade de onde ele morava.
Um dia ela aventurou ligar para o nosso amigo, ficaram a conversar durante muito tempo, o papo prolongou-se e acostumaram-se ligar um para o outro, foi nesse momento que Messias perguntou como ela era fisicamente, onde respondeu secamente: - Eu sou FEIA!
Ele ficou invocado com uma afirmativa dessas, pois não daria para perceber o que ela queria dizer: Se seria realmente feia ou se poderia estar escondendo o “jogo”, para ver o que poderia pensar o Don Ruan. Você acharia o quê?
Nessa dúvida ele passou muito tempo, onde sempre aquela afirmativa ecoava na conversa deles e na sua cabeça...
Aquilo o consumia, ela não enviava foto, nem sob decreto, isso é muito ruim! Mas não podia fazer nada.E só o tempo passando... A amizade se solidificando... Até que um dia ele resolveu dar um basta! Resolveu arrumar a mala e seguir para Itabuna, cerca de oito horas de viagem, muito longe, muito sonho, muita dúvida...
O Restante do conto somente adquirindo o livro de contos:
Conto & Reconto
Pedidos tel 71-81553677
R$ 20,00 entrega pelos correios para o Brasil
O Equivalente a 15,00 dólares em sua moeda para todo nosso mundo!
e-mail marceloosouzasom@hotmail.com

Marcelo de Oliveira Souza


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui