Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57362 )
Cartas ( 21181)
Contos (12599)
Cordel (10135)
Crônicas (22251)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44118)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2799)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138535)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4942)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->O POVO VIVE EM FUNÇÃO DELE -- 25/05/2010 - 21:20 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O POVO VIVE EM FUNÇÃO DELE
(Germano Correia da Silva)


Vários reféns de uma bola
Presos sobre um gramado
Mil treinadores na degola
Buscando bons resultados
É assim que vive o futebol
Que chova ou que faça sol
Ele é um esporte animado

O povo vive em função dele
Em vários pontos do mundo
Seus adeptos vibram por ele
Ou reclamam meditabundos
E suas torcidas organizadas
Brigando nas arquibancadas
Com apego e amor profundos

Os torcedores sofrem demais
E muitas vezes morrem à toa
Brigam com seus arquirrivais
Mas nunca estão numa boa
Gastam todo o seu dinheiro
Pra ver seu time o ano inteiro
Sob o sol, chuva e/ou garoa

Comparam a bola a uma rainha
E seu estádio a um reinado
Lá no gramado ela caminha
Sem optar por nenhum lado
Dá alegria e/ou traz tristeza
Sua chama está sempre acesa
Tudo em prol de um resultado

Se eles pudessem escolher
Entre o trabalho e uma bola
Quem sabe quisessem esquecer
Que algum dia foram à escola
Pois não é preciso ter cultura
O que conta mesmo é a bravura
E a grana que o clube “descola”

De gol em gol eles enriquecem
E até esquecem as suas raízes
O poder e a fama os embrutecem
E os fazem empinar os narizes
Por vezes levam suas cacetadas
Ou vão comendo pelas beiradas
Tentando curar suas cicatrizes
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 15Exibido 736 vezesFale com o autor