Usina de Letras
Usina de Letras
70 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->RIO SALAMANCA -- 01/02/2006 - 22:35 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
RESSUSCITA,SALAMANCA


NÃO PRECISAS CORRER


VEM AO MENOS CAMINHAR


DEIXA DE SER MORTO


VEM SER RIO POSTO


SERPENTEIA NO TEU LEITO


DERRAMA NAS MINHAS VEIAS


TUAS ÁGUAS BARRENTAS


ACORDA SALAMANCA


NÃO PARES E TE MANCA


VEM TE ORLAR DE ANZÓIS


VEM BANHAR A TODOS NÓS.


 


Rio que banha a cidade de Barbalha-Ce

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 434 vezesFale com o autor