Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57091 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22211)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43733)
Humor (18475)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138301)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4885)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ENTRE AS COISAS -- 12/01/2006 - 21:01 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




ENTRE AS COISAS

Jan Muá





Estou entre as coisas!

Silentes

Elas ficam onde estão

Enquanto me movo

E sinto a caneta desenhar as formas

Que materializam minha escrita.



Elas me acompanham

E me cercam

Me dão sua presença e utilidade

Toda a sustentação



Além do teto que me cobre

E da parede que me limita

Elas me dão o chão

A luz que nasce da lâmpada

E outros serviços de situação



Sou um príncipe servido pelas coisas

E nesta relação elas se tornam princesas

Vestais híbridas do meu viver

No templo do mundo!



Sinto-me acompanhado na caminhada

Por celestes graças

No espaço giratório

Do meu incessante movimento!



Não calculo como seria se este espaço

Tivesse um rosto vazio

Ou fosse varrido por um vento estranho

Que me deixasse impotente

Para me sentir bem

Nesta minha existência terrestre!



Amo as coisas

Porque me dão companhia

Firmeza e sustentação

E geram a alegria do meu coração!





Jan Muá

setembro de 2003

janeiro de 2006
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 440 vezesFale com o autor