Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
238 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58117 )
Cartas ( 21211)
Contos (12848)
Cordel (10239)
Crônicas (22074)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45258)
Humor (18930)
Infantil (4146)
Infanto Juvenil (3227)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138691)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5245)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->AO SOM DE UMA BRISA -- 16/11/2005 - 17:05 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AO SOM DE UMA BRISA


0000FF”>Ao som de uma brisa mansa

À sombra de uma nogueira

Em tua distante lembrança

Minha triste alma vagueia.



Do peito uma dor pungente

Acaba em pingo de lágrimas

Que me faz inutilmente

Bradar-te palavras máximas.



Sonho com tempos idos,

Desejos correspondidos

E que não voltam jamais.



Sonho com beijos ardentes

Com teus toques indecentes

E que não terei jamais...







LEIA TAMBÉM:

POR TEUS LÁBIOS ARDENTES


NÃO IRÁS SE ARREPENDER


CUDQP2005=Ó BELA USINA DE LETRAS

POR TI MUITOS DERAM DURO

NESSA VIAGEM

EU TENTO NÃO PENSAR EM VOCÊ

POR QUE FOSTES ME FALAR DE AMOR?

NÃO VOU DEIXAR DE AMAR VOCÊ

PENSO EM VOCÊ

POR AMOR

DEPOIS QUE EU PARTIR

A UMA RAPARIGA EM FLOR

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui